Playlist: Músicas que de alguma forma marcaram minha vida. (Para visualizar toda ela, clique aqui)

Oi meus amores, tudo bem? Como foi o final de semana de vocês?

Hoje é segunda-feira, primeira semana inteira de 2014, e para começar bem, a playlist de hoje será com as minhas músicas favoritas, que venho ouvindo ao decorrer dos anos e nunca consigo abandonar, por mais velhas que estejam.

Chapa C – Lloraras por mi: Velha, do fundo do baú mas quando ouço, passa um filme de boas lembranças na minha cabeça.

Playlist de dezembro por Willian Scheer

“Enfim chegou dezembro e a maioria das pessoas estão cansadas, sem paciência pra nada, sem tempo pra conhecer coisas novas, fazer o que se gosta. É tempo de provas e entrega de trabalhos, de correr atrás daqueles pontos desperdiçados durante o ano. No emprego é época de trabalhos cada vez mais pesados e cansativos. Nessa época do ano todos querem paz, férias, sair da rotina. Pensando nisso que a playlist da semana vai ser um pouco diferente. No lugar de redigir textos falando sobre alguma banda (que mudou a minha vida) e citar algumas músicas, preferi colocar nessa semana apenas alguns links de músicas que certamente vão animar até o dia mais cansativo e monótono da sua semana.”

Se acabem com os links.

Born To Be Wild – Steppenwolf

http://www.youtube.com/watch?v=rMbATaj7Il8

Free Bird – LynyrdSkynyrd

http://www.youtube.com/watch?v=np0solnL1XY

Whiskey In The Jar – Metallica

http://www.youtube.com/watch?v=boanuwUMNNQ

Rock And Roll – Led Zeppelin

http://www.youtube.com/watch?v=0WzG64syKHA

Strutter – Kiss

http://www.youtube.com/watch?v=zp2ebg4XOXY

Fire – Jimi Hendrix

http://www.youtube.com/watch?v=fWqjcXpD7Z4

Same Old Song and Dance – Aerosmith

http://www.youtube.com/watch?v=-xAnMh1ckaA

Holy Smoke – Iron Maiden

http://www.youtube.com/watch?v=3dzSEenqc3w

You Shook Me All Night Long – AC/DC

http://www.youtube.com/watch?v=zakKvbIQ28o

Doesn’t Remind Me – Audioslave

http://www.youtube.com/watch?v=lBFdX37Qpnk

Runnin’ Down a Dream – Tom Petty

http://www.youtube.com/watch?v=dXYl5NrHPb4

I Gotsta Get Paid – ZZ Top

http://www.youtube.com/watch?v=kaIZWjItReI

“Ao som e a energia vindo do Rock N Roll eu lhe proponho um desafio, que tal viver a cada dia da maneira que você sempre quis? Se o seu ano foi uma “droga”, comece por hoje e faça esse ultimo mês valer a pena todo por todo o ano que passou, pense nisso! E principalmente se inspire-se.”

E ai galera, gostaram? Curtam muito esse último mês de 2013. Beijooos

Playlist – Queen

Fala aí meus amores, tudo bem com vocês?

Um pouquinho atrasada, mas aí vai a playlist da semana feita pelo nosso colaborador Willian Scheer.

“Exatamente neste domingo, dia 24/11/2013 foi o aniversário da morte de um dos maiores vocais de todos os tempos: Fred Mercury. Por essa razão, a coluna da semana é em tributo a ele.”

QUEEN

“A história do Queen começa com Smile, uma banda de rock desconhecida do inicio dos anos 70, formada por dois estudantes de ciencia de Londres: Brian May (guitarra) e Roger Taylor (bateria). O baixista John Deacon entrou na banda por volta de 1972.

Freddie Mercury era na época um estudante de Arte, amigo da banda e sempre estava nos bastidores, dando conselhos com seu bom gosto. O vocalista do Smile saiu da banda por volta de 1970, o que levou um convite a Freddie ensaiar com eles. O nome foi trocado para Queen, que segundo Freddie, não tem alguma explicação. Freddie Mercury, além da voz marcante, tinha uma presença de palco notável, e sabia lidar com o público de uma maneira nunca vista antes.

Imagem

O grupo estava no seu caminho para o auge, descobrindo o próprio estilo, gravando seu primeiro álbum, intitulado “Queen”, em 1973. Em 1974, com a gravação do “Queen II”, veio o primeiro single da banda: SevenSeasofRhye, que os levou ao “Top ofthe Pops”, um programa musical de paradas de sucessos britânica, produzido pela BBC. O reconhecimento mundial da banda veio no mesmo ano, com o ábum “Sheer Heart Attack” e o single “Killerqueen”, uma faixa considerada pelo baterista Roger Taylor “muito sofisticada”, e que traz a melhor fase da voz do Freddie. Em 75 veio o álbum “A Night atthe Opera”, que traz a longa e famosa e complexa faixa “BohemianRhapsody”, que teve que ser gravada em seis diferentes estúdios. O vídeo dessa música, cheio de efeitos, levou o Queen para outro nível. Em 1976, a banda gravou o álbum “A Day attheRaces”, com a maravilhosa e apaixonante “SomebodytoLove”. O álbum “News ofthe World”, de 1977, trouxe as duas faixas mais conhecidas do Queen: “We Will Rock You” e “We are the Champions”. Na sequência, veio o álbum “Jazz”, e logo após “The Game”, com a famosa faixa “Crazy Little Thing Called Love”, que atingiu grande sucesso nos Estados Unidos. O Queen passou um tempo nos Estados Unidos, e estavam gravando no mesmo estúdio de David Bowie, onde Freddie surgiu com “UnderPressure”, que foi gravada em parceria com Bowie e gerou grande sucesso em todo o mundo.

Depois, com o lançamento de “Hot Space”, um álbum mais dançante e fora do padrão da banda, houveram várias discordâncias internas,  pois nem todos integrantes apoiavam a ideia de mudar o foco, o ritmo das músicas do Queen. Nesse momento a banda fez uma pausa, onde os integrantes puderam trabalhar com pessoas diferentes e “abrirem suas mentes”, para mais tarde voltar ao estúdio e gravar o famoso álbum “The Works”, em 1984, que trouxe várias músicas importantes como “Radio GaGa” e “I Want To Break Free”, e o lendário e genial vídeo clip com os quatro integrantes da banda vestidos de travestis, que gerou polêmica e foi banido pela MTV.

Ainda na década de 80 vieram os álbuns “A Kind of Magic” e “The Miracle”. Nessa época, o Queen não estava mais fazendo tanto sucesso na Europa, e sim no resto do mundo, mais precisamente nos Estados Unidos e na América do Sul. A turnê “A Kind of Magic”, talvez foi a mais espetacular de toda a história do Queen, com as lendárias performances no estádio Wembley em Londres. O ano de 1985 iniciou brilhantemente, com dois shows na primeira edição do Rock in Rio. O Brasil não estava na rota de shows internacionais, e a vinda de um evento de alto nível foi um marco na historia da música do nosso país. Comentasse que a estrutura do Rock In Rio foi feita quase que exclusivamente para atender aos pedidos do Queen.

Primeiramente, fomos à América do Sul como convidados. Mas agora, eu quero comprar o continente inteiro e me tornar presidente”, comentou Freddie.

Por volta de 1990 surgiram boatos que Freddie estaria com “a nova doença”, ou seja, a AIDS. O último álbum do Queen, “Innuendo”, em 1991, mostrou Freddie com a saúde bastante debilitada. A faixa “These are The DaysOfOurLives”, soa como uma despedida.Freddie faleceu em 24/09/1991, provocando o fim da banda.

 Imagem

Depois de vários shows em homenagem a Freddie, a banda acabou entrando em hiato. O baixista escolheu largar o mundo da música em troca de sossego e anonimato. Atualmente a banda se apresenta em algumas ocasiões, mas com a presença de um cantor substituto.

O Queen foi uma das grandes bandas que o mundo teve o privilegio de assistir. Freddie Mercury está entre os melhores vocalistas de todos os tempos. Brian May com sua guitarra ‘’RedSpecial’’ feita por ele mesmo e seu pai, ajudou ele a se tornar um dos maiores guitarristas da historia.

Imagem

 Alguns dizem que o Queen se vendeu ao Pop, que deixou elementos obrigatórios no rock de fora de suas músicas. Mas isso não importa, pois o Queen sempre estará entre as grandes bandas da história da música.

Tenho que dividir os créditos da coluna de hoje com o meu amor, Daniela Signori. Que é super fã da banda e ajudou com fatos e a redigir o texto.”

Links:

We Will Rock You – Essa música não é só simbólica no Queen, como também em todo o cenário do rock inglês e mundial. A ideia surgiu num dia qualquer, quando Brian May bateu os pés em umas tábuas do chão misturando esse som à palmas, e todos gostaram do resultado, pois nos shows seria empolgante e mobilizaria a plateia. Quem nunca imitou We Will Rock You nas classes da escola?

http://www.youtube.com/watch?v=qGaOlfmX8rQ

We Are The Champions – Cativante e com gosto de vitória, essa faixa faz sucesso até hoje como hino de vitórias desportivas em todo o mundo.

http://www.youtube.com/watch?v=C2NU98NZF8o

I Want to Break Free – Escrita pelo baixista John Deacon, essa música não fala sobre o mundo gay, e sim sobre liberdade.

http://www.youtube.com/watch?v=QgQaa_B6ATI

BohemianRhapsody – Quem disse que o Rock não pode se Misturar com a Opera? Esse é um dos maiores clássicos do Queen.

http://www.youtube.com/watch?v=R3_0Pky8vVg

Another One Bites The Dust – Um riff dançante no contra baixo, somada a bateria, é um convite a todos dançarem.

http://www.youtube.com/watch?v=CWsJcg-g1pg

One Vision – letra baseada no famoso discurso de Martin Luther King, que somada a um belo riff, abriu a maioria dos shows da Magic Tour. http://www.youtube.com/watch?v=QNHpjpxkc1U

Radio GaGa – foi composta por Roger Taylor, que teve a ideia porque seu filho não parava de repetir “radio caca”, com seu encantador sotaque britânico. http://www.youtube.com/watch?v=UiuD6i8dN1g

– Crazy Little ThingCalled Love – Freddie compôs em 10 minutos, enquanto tomava banho. Sua harmonia alegre cativa a todos.

http://www.youtube.com/watch?v=WKxIfOdwSJE

Stone ColdCrazy – é a música mais pesada da banda, mostrando o gosto de Brian May pelo heavy metal, tanto que o Metallica gravou um cover dela.

http://www.youtube.com/watch?v=Mmt2mgmrSUw

Under Pressure –  parceria com David Bowie, essa música foi trilha sonora do filme “Show de Vizinha”, de 2004.

http://www.youtube.com/watch?v=BWdLt3Afjrg

Don’t Stop me Now – Composta por Freddie. Brian May não gosta muito da música, pois segundo ele, tem um “caráter separatista”. http://www.youtube.com/watch?v=IFUjwj_RB5o

Fat Bottomed Girls – é interligada com a música “BycicleRace”; no vídeo dessa música havia 65 mulheres nuas andando de bicicleta. A ligação é comprovada no verso: “Fat bottomed girls will be riding today”

http://www.youtube.com/watch?v=kEbEMjKitA4

Gostaram? eu adoro essa banda, e mais uma vez, parabéns ao Willian né? Semana que vem tem mais. Beijoos

Playlist: Pink Floyd

“A coluna dessa semana ficou maior do que eu poderia imaginar. Uma banda clássica, cheia de histórias de sucesso, brigas, separação e retorno triunfal. Se você conhece a banda, ou não, isso não importa, pois é a musica deles que vai te conquistar.”

Pink Floyd

“O Pink Floyd foi formado em 1964 por três jovens de classe média britânica, que estudavam arquitetura em Londres. A banda foi fundada com o intuito de poderem escapar do estilo de vida que estavam condenados após a conclusão do curso. Eles tocavam covers de blues americano e britânico, mas sabiam que fazendo apenas isso, não chegariam a lugar nenhum. Pouco tempo depois, um amigo de Roger Waters (vocalista, baixista e um dos principais compositores da banda) veio de Cambridge/Inglaterra para Londres, estudar pintura, seu nome era Syd Barrett. Syd era um cara popular, bem afeiçoado e de bom humor. Fatores que atraiam a atenção das pessoas. Foi com a entrada de Syd que a banda começou a ser chamada de Pink Floyd, e a banda foi ficando cada vez mais conhecida no cenário underground. A década se 60’ foi um período de glória, nunca havia se visto tanta prosperidade e desenvolvimento. Novos movimentos culturais eram criados e a musica em grande parte não era feita como um produto, mas como arte. E o Pink Floyd sabia desde o inicio que se quisessem fazer sucesso, teriam que ser totalmente originais.

Imagem

Pink Floyd com a formação clássica – Roger, Nick, David, Richard.

O resultado foi que eles passaram a fazer experimentos de todas as formas. Foi com o modo único e ‘’estranho’’ de Syd tocar guitarra, que fizeram que o tecladista Richard Wright procurasse tirar timbres únicos nos teclados. Os primeiros singles fizeram imenso sucesso, e os shows da banda eram algo novo na época. Em seus shows haviam luzes piscando, música psicodélica e drogas (algo que podemos dizer que era normal nos anos 60’), fatores que faziam o maior sucesso com os jovens. Rapidamente a banda assinou um contrato com a gravadora dos Beatles, e gravou seusálbuns no melhor estúdio de gravação do mundo, o Abbey Road. Foi nesse período que os Beatles estavam gravando sua obra prima ‘’Sgt. Peppers LonelyHearts Club Band’’. E as bandas se encontravam nos corredores do estúdio e conversavam sobre suas influencias musicais. Pouco depois o Pink Floyd excursionou com Jimi Hendrix, o que aumento ainda mais sua popularidade. A banda estava ficando mais conhecida, mas Syd foi pouco a pouco se afundando nas drogas, que depois de pouco tempo fez com que o acido ‘’derretesse’’parte de seu cérebro. Na gravação do segundo álbum, o guitarristas e vocalista David Gilmour, foi convidado a participar da banda, devido a instabilidade mental de Syd. David e Syd já eram amigos e passaram a dividir as guitarras, mas não por muito tempo. Com a instabilidade e loucura de Syd, ele precisou ser afastado e a banda se perguntava o que iriam fazer sem seu compositor. Foi cogitado o fim da banda, mas ninguém queria voltar a vida de arquiteto, então David Gilmour assumiu as guitarras e alguns vocais e Roger Waters virou o novo líder e compositor da banda. A banda foi lançado mais álbuns e se firmando cada vez mais entre os grandes da músicabritanica. Com seu som psicodélico,alguns chamavam o estilo da banda de ‘’Rock Espacial’’.Aa banda foi chamada para tocar ao vivo durante a transmissão da ida do homem a lua, em 1969. Em entrevista, David Gilmour disse ‘’os tempos eram outros, quem hoje em dia chamaria uma banda para fica improvisando enquanto o mundo assistia um dos maiores momentos da humanidade? Bons tempos aqueles’’. Após isso, a banda deixou de lado a música que faziam e começaram algo totalmente novona carreira, agora eles tocavam rock progressivo e ninguém mais pode impedir o sucesso da banda.’’ Rock Progressivo’’ quer dizer, que as musicas precisam evoluir, estar sempre mudando. E essa característica mudou a identidade da banda. O som agora era mais agradável de ouvir, com timbres de puro bom gosto. Com a entrada de David nas guitarras, haviam bases e solos infinitamente  melhores do que no passado, e a banda passou a compor juntar. Eles não determinavam um tempo limite pra cada canção, basta ouvir ’’ Echoes’’ do álbum ‘’Medley’’lançado em 1971, a música tem a duração de 23:31 minutos, sendo talvez a musica mais longa já lançada. Ela ocupava um lado inteiro do vinil. Mas foi em 1973 que a banda lançou sua obra prima e considerado um dos mais importantes álbuns da historia da música, The DarkSideOf The Moon. Esse álbum foi um dos mais vendidos da historia, sendo o álbum que ficou na lista dos mais vendidos da Billboardpor 20 anos. Foi com ele que a banda provou que podia compor e fazer os arranjos, sem depender de Syd. O álbum contem muitos efeitos sonoros, barulhos de moedas, relógios e um infinidade de sons. Os temas foram abordados de forma direta e de certa forma pessoais. Temas como a cobiça, envelhecimento, uso do tempo, doença mental estão inseridos nas canções. The DarkSideOf The Moon deve ser ouvindo do inicio ao fim, sem troca de faixas, para poder ver o conceito que o álbum quer apresentar. As musicas são ligadas uma as outras, como se fossem um filme. Falando em filme, ‘’teorias da conspiração’’ afirmam que ao se ouvir o disco sincronizado com o filme O Magico de Oz de 1939, ocorrem varias correspondências entre o filme e o álbum. Fato que é desmentido pela banda.

 Imagem

Capa do disco The DarkSideOf The Moon.

Após o imenso sucesso do disco anterior, a banda lançou o álbum WishYouWereHere, que tratava duma homenagem a Syd Barrett e sua loucura. Durante as secções de gravação do disco, o próprio Syd apareceu no estúdio e quase não foi reconhecido pela banda, pois estava sujo, gordo e careca. Syd disse que veio ao estúdio gravar suas faixas de guitarra. O álbum novamente foi sucesso de vendas e de critica. Em 1977, o Pink Floyd lança o álbum Animals. Dando inicio a faze de protestos políticos e sociais da banda. O disco foi baseado na peça teatral A Revolução dos Bichos, retratando as condições e injustiças do sistema capitalista. Foi nesse momento que começa um predomínio de Roger Waters sobre os outros membros da banda. Não demorou muito e durante as gravações do clássico disco The Wall, começaram a surgir brigas internas e Roger toma o controle da banda. O disco tinha como tema a solidão e o poder do sucesso, sendo referido como uma autobiografia de Roger, sobre o que ele supunha ser. No disco seguinte as brigas se agravaram ainda mais, e o tecladista Richard Wright foi demitido da banda, e na mente de Roger, os outros integrantes eram apenas músicos de estúdio. Foi ele mesmo quem compôs todo o conceito do álbum e fez todos os vocais. O disco foi praticamente solo de Roger, mas a gravadora preferiu lançar ele como se fosse do Pink Floyd. O inevitável veio em seguida, em 1986, Roger Waters declarou o fim da banda. Mas era mesmo o fim? Não, logo começou uma grande batalha judicial entre David e Roger pelo direito do nome Pink Floyd. David ganhou a causa, mas ainda a banda era ele e o baterista Nick Mason, que estava desde o inicio da formação na banda. David trouxe de volta Rick Wright e em 1987 lançaram mais um álbum, feito por eles mesmo, e sem colaborações de Roger Waters. E em seguida lançaram um álbum ao vivo. Após alguns anos sem gravar e fazer shows, o Pink Floyd voltou a triunfar no ano de 1994 com o álbum The Division Bell, que chegou ao todo das paradas no mundo todo. No ano seguinte foi lançado o dvdPulse, que constitui um dos melhores shows que eu já vi. Pois o Pink Floyd não fazia shows simples, todos eles tinham efeitos de iluminação, pirotecnia e outros elementos que tornavam o show único e maravilhoso. Os anos passaram e o ultimo show foi em 2005, com Roger Waters junto na formação. Eles tocaram apenas vinte minutos, e deram seu adeus definitivo. Nos anos seguintes foram lançados documentários sobre a banda, com depoimento dos integrantes. Perguntados sobre um possível retorno da banda, todos querem, inclusive Roger, mas o que impede é que o guitarrista David Gilmour não se mostra interessado em uma volta da banda. Mesmo se um dia houver um retorno deles, não será mais o mesmo Pink Floyd, pois Richard Wright já não se encontra entre nós.”

 Imagem

Despedida da banda, em seu ultimo show.

Links da Semana:

AnotherBrick In The Wall (parte II) – do álbum The Wall, Roger Waters retrata o regime das escolas nos anos 60. http://www.youtube.com/watch?v=xpxd3pZAVHI

ConfortablyNumb – Do mesmo álbum da musica anterior, Roger descreve a experiência de como se sentiu, após ser dopado por um médico. Os teclados fazem um som que se encaixa facilmente no sentido da musica. Não deixe de ouvir o solo final. http://www.youtube.com/watch?v=Sf3pc-7gfOg

WishYouWereHere – Nessa bela balada, a banda fala sobre como queria que Syd estivesse entre eles. http://www.youtube.com/watch?v=217JOBWTolg

ShineOnYouCrazy Diamond – A musica foi separada em duas partes do vinil. Mas nesse caso, as duas estão juntas e tem mais de 25 minutos de duração. É uma bela composição, recheada de partes instrumentais. A letra homenageia o ‘’diamante louco’’ Syd Barrett.

Uma das minhas faixas preferidas do Floyd. http://www.youtube.com/watch?v=9zACEJdFOpA

Echoes – David Gilmour disse que nessa faixa, todos foram acrescentando partes. O resultado é que a música tem 23 minutos de duração. Mas mesmo assim, merece ser ouvida com atenção. http://www.youtube.com/watch?v=Jq1-kk9aa58

Time – Do conceituado álbum The DarkSideof The Moon, a musica começa com o som de relógios e os versos falam sobre aproveitar o tempo. http://www.youtube.com/watch?v=DezSqdZ4jAU

Money – Outra faixa do The DarkSideof The Moon, retrata o mundo capitalista. http://www.youtube.com/watch?v=cpbbuaIA3Ds

LetThere Be More Light – Música do inicio da banda, composta por Syd. http://www.youtube.com/watch?v=otROtjutc1E Young Lust – Talvez essa seja a canção do Floyd, com a pegada mais tradicional do rock n roll que eles gravaram. http://www.youtube.com/watch?v=thBohH1dJrg

Lost for Words – Faixa de grande sucesso do ultimo álbum da banda. http://www.youtube.com/watch?v=zPwucFar9kM

BONUS: O álbum The DarkSideof The Moon na integra: http://www.youtube.com/watch?v=Fi1sBwV1-tU

O dvd Pulse de 1994. Nunca vi algo parecido como esse shows em termos de efeitos especiais. http://www.youtube.com/watch?v=IyCPnuTNJms

E por fim, a ultima apresentação do Pink Floyd juntos, em 2004 no Live 8. http://www.youtube.com/watch?v=ikDEHygZzlI  

E ai, gostaram? Eu (Cátia) que não conhecia essa banda fiquei apaixonada, o Willian está cada dia impressionando mais não é mesmo? Beijoos e semana que vem tem mais!

Link do facebook do Willian: aqui

Twitter: aqui

Página da banda que o Willian toca: aqui

Playlist da semana: AC/DC

“Essa semana a playlist da semana ficou atrasada, pois fui prestar o vestibular de ‘’música e tecnologia’’ na Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. Após dois dias de provas práticas e teóricas, hoje venho falar sobre a banda que me inspirou a pegar uma guitarra na mão, e colocar o amplificador no máximo de ganho possível.

Imagem

AC/DC

“O AC/DC foi formado em 1973 na Austrália, pelos irmãos guitarras Angus Young e Malcon Young. A banda começou a ganhar fama repentinamente após a entrada do vocalista Bon Scott, em 1974. O nome da banda não significa ‘’Antes de Cristo / Depois de Cristo’’, ‘’Antes da Chuva (raio) Depois da Chuva’’, “Assisto Chaves / Depois Chapolin’’ ou tantas outras coisas que inventam por ai. AC/DC é a sigla para ‘’Corrente Continua/Corrente Alternada’’, em vários aparelhos elétricos é possível ver essa sigla.

O som do AC/DC é algo singular, você sempre pode reconhecer quando é o AC/DC que está tocando. Para eles o Rock N Roll nasceu com Chuck Berry e terminou com Elvis Presley. Eles pegaram o somda década de 50, e adicionaram guitarras distorcidas, vocais agudos e ritmo constante. O resultado é que o AC/DC criou o melhor Hard Rock já feito, sua música é sempre contagiante, animadora. O AC/DC não tem músicas sentimentais, eles nunca fizeram shows acústicos, nunca levaram violão, piano, teclados, orquestras para seus shows.O som deles é sempre o mesmo: Guitarras, baixo e bateria. Outra característica deles é que suas músicas é que a bateria é constantemente animada, e as guitarras soam ‘’funkeadas’’, ou seja, é só sentir o clima da música que você consegue dançar qualquer música deles. Quem nunca foi a uma festa e do nada tocou uma ou outra música do AC/DC e todo mundo começou a dançar?

Em 1975 lançaram seu primeiro álbum ‘’High Voltage’’, e em 1976 fizeram uma bem sucedida turnê na Europa, abrindo shows de bandas consagradas do gênero. Mas a banda começou a alcançar status mundiais a partir do álbum ‘’HighwayToHell’’ em 1979.

No inicio do ano de 1980, aconteceu uma tragédia para a banda, a morte do vocalista Bon Scott, depois de uma noite de bebedeiras, Scott morreu sufocado pelo próprio vomito. Com esse incidente muitos acreditaram que esse seria o fim da banda, mas não foi. A persistência e dedicação dos irmãos Young fez com que eles fossem atrás de um novo vocalista, e no mesmo ano lançassem o álbum que consagrou a banda ‘’Back In Black’’.

‘’Back In Black’’ impulsionou a carreira da banda, nesse álbum estão grandes clássicos da banda. ‘’Back In Back’’ chegou ao topo das paradas mundiais e se tornou o segundo mais álbum mais vendido de todos os tempos.

Após altos e baixos na carreira, o AC/DC se firmou como uma das melhores bandas de rock que passaram pelo planeta, com milhões de fãs por todo o mundo. Lançaram 17 albuns de estúdio, dvd e álbuns ao vivo e ganharam inúmeras premiações pelo mundo todo. O ultimo álbum foi lançado em 2008 e excursionaram em uma das maiores turnês feita pela banda, tocando apenas em estádios lotados pelo mundo (o AC/DC não faz shows se a lotação mínima for menos que 65 mil pessoas). Ano passado o AC/DC recusou o convite de vir inaugurar a Arena do Grêmio, pela quantia de mais de R$ 11 milhões. Em entrevistas no ano passado, a banda disse que faria um novo álbum e uma turnê de despedida em 2013, para começar os 40 anos da banda. O ano tá quase acabando e ninguém se pronunciou sobre os eventos, espero de coração que em breve eles venham anunciar isso, pois se tenho um sonho nessa vida, é ver e sentir a energia de um show do AC/DC.”

Hoje não vou comentar sobre as músicas, pois creio que não há necessidade nenhuma. Apenas abra o link e curta a magia do Rock.

Back in Black http://www.youtube.com/watch?v=H8PC1_3fjvs

Highway to hell http://www.youtube.com/watch?v=mBjwMSIC7ik

TNT http://www.youtube.com/watch?v=pR30knJs4Xk

You shook me all night long http://www.youtube.com/watch?v=1Qiqp_HEk84

Shoot to Thrill http://www.youtube.com/watch?v=4gDch1p4c_M

It’s a Long Way To The Top http://www.youtube.com/watch?v=jFlNo1NjAEQ

Money Made http://www.youtube.com/watch?v=5rpUSErWJsc

Rock ‘n Roll Train http://www.youtube.com/watch?v=LdRxXID_b28

Hells Bells http://www.youtube.com/watch?v=uGYqk2F-RIM

For those about to rock http://www.youtube.com/watch?v=fKhTk0IynHM

Big Jack http://www.youtube.com/watch?v=5DI8kZu2rcs

Thunderstruck http://www.youtube.com/watch?v=2SoXxnlCUqk

BONUS: O Ultimo DVD lançado pela banda, em 2010: AC/DC Live a River Plate

http://www.youtube.com/watch?v=h9OUnhNqU4A

 E ai, curtiram? Mas uma playlist ótima do Willian Scheer né? Beijoos

Facebook do Willian: AQUI

Twitter: AQUI

Página da banda que o Willian participa: AQUI

Página do blog: AQUI

Playslist: Creedence Clearwater Revival

Hoje é segunda-feira e já podem ficar animados, sabem por que? Por que hoje é dia de Playlist com o nosso parceiro Willian Scheer, e como vocês já devem ter visto a playlist dele semana passada, ele manda a ver no bom gosto musical (se você não viu a playlist da semana passada clique (AQUI).

Mas chega de enrolar, agora é com ele.

Imagem

Creedence Clearwater Revival

“Venho tocando há algum tempo, e se um dia fosse necessário fazer covers de apenas uma banda, eu escolheria o Creedence C. R. entre as mais de 400 bandas que eu conheço. O Creedence não tinha os melhores instrumentistas do mundo (o que não é necessário) mas tinha um dos maiores compositores que a música viu: John Fogerty.

John era o vocalista principal, foi um dos primeiros a utilizar a técnica de vocal gritado (se não foi o primeiro), guitarrista e o principal compositor da banda. Em questão de lançar hits que hoje em dia são conhecidos como ‘’clássicos do rock’’, John tenha perdido apenas para a fantástica dupla John Lennon/Paul McCartney. John se destacava tanto que era motivos de brigas internas entre a banda, pois eles não queriam ser apenas a banda de acompanhamento de John.

Embora os integrantes (John Fogerty, Tom Fogerty – guitarra, Stu Cook – baixo e Doug Clifford – bateria) viessem tocando juntos desde 1959, mas foi apenas em 1967 que adotaram o nome atual. Em 1968 lançaram seu disco de estreia, o qual ganhou disco de ouro. Os próximos álbuns todos foram enormes sucessos de critica e venda. A banda chegou inclusive a tocar no maior festival que já existiu e que mudou a história, o Woodstock em 1969.

Depois de diversas brigas e do clima pesado que rolava nos bastidores, a banda terminou oficialmente em 1972, tendo lançado seis discos de estúdio (todos discos de ouro e platina)  e inúmeros singles.

John foi quem conseguiu o maior destaque em carreira solo. Seu irmão Tom também lançou inúmeros álbuns solo, que são praticamente desconhecidos até para fãs do C.C.R.. Em 1993 a banda foi introduzida no Hall da Fama do Rock N Roll. Atualmente Stu e Doug formaram o Creedence Clearwater Revisited, banda que toca os clássicos antigos do Creedence e excursionam pelo mundo todo (passaram pelo Brasil em 2006 e 2011). Recentemente John Fogerty deu entrevista dizendo que sua esposa o ajudou a superar o ódio do passado e que está aberto há uma nova reunião com os membros remanescentes do Creedence ( Tom Fogerty faleceu em 1990, vitima duma tuberculose e do vírus da AIDS).

Mas vamos à música. O som clássico do Creedence é marcado pelo rock dos anos 60, misturado com o Country e o Blues. Combinação que é sucesso até o dia de hoje.

Espero que curtam como eu curto.

 E Obrigado Creedence, por ter feito do mundo um lugar melhor com sua música.”

HaveYouEverSeen The Rain – Quem nunca ouviu essa música como trilha sonora de algum filme?

http://www.youtube.com/watch?v=Gu2pVPWGYMQ

Proud Mary – Ligue o som e desça até o rio!

http://www.youtube.com/watch?v=wPs9Ok7sQu0

FortunateSon – Distorção eversos de protesto que viraram a identidade do Rock.

http://www.youtube.com/watch?v=ec0XKhAHR5I

Green River – Ficou famosa em nossa geração por estar na trilha sonora de games como Gta: San Andreas e GuitarHero.

http://www.youtube.com/watch?v=JacHyPaEwDc

I Put a Spell onYou – Ótima música para embalar um namoro.

http://www.youtube.com/watch?v=9hvA0wWTIv4

Lookin’ Out My Back Door – Histórias contadas em versos, herança típica vinda principalmente do blues.

http://www.youtube.com/watch?v=GeJuUqDqY00

Susie-Q – Um refrão que não vai sair da sua cabeça.

http://www.youtube.com/watch?v=1mxaA-bJ35s

Who’ll Stop theRain – Excelente faixa para se ouvir como o próprio titulo diz, enquanto a chuva não para.

http://www.youtube.com/watch?v=lIPan-rEQJA

BadMoonRising – Animada, mas seria ela uma critica, uma profecia ou apenas versos aleatórios de John?

http://www.youtube.com/watch?v=5BmEGm-mraE

Wrote a Song for Everyone – Uma boa balada, sem falar nos ótimos versos.

http://www.youtube.com/watch?v=G2-fqdCKCMA

Então é isso pessoal, gostaram da playlist do Willian? Se vocês gostaram, se interessaram no estilo dele e querem trocar ideias, o facebook dele é esse AQUI e o twitter dele é esse AQUI. Ah, lembrando que ele tem uma banda com os amigos dele, e a página deles é essa AQUI aproveitam e curtam para divulgar o som deles que realmente é muito bom! Beijos 

Playlist da semana – Led Zeppelin

E aí galera, tudo bem com vocês?

Vocês tão sabendo que toda segunda-feira tem playlist no blog né? E agora com mais uma novidade, toda segunda-feira teremos a participação especial do Willian Scheer “twitter dele AQUI) que é um componente da banda Refugiados em Marte, para conhecer melhor a banda curtem a página deles: (AQUI).

A banda é composta por:

Willian – Guitarra/violão/Piano
Marlon – Vocais/Guitarra/Violão
Lucas – Vocal/Percusão/Violino
Daniel – Baixo
Kadu – Bateria/Percussão
Gabriel – Guitarra/violão
Ana – Vocal
 
Mas vamos ao texto do Willian, que por sinal está muito legal!
Imagem
 

Led Zeppelin

“Robert Plant, Jimi Page, John Paul Jones e John Bonham, você já ouviu falar nesses nomes? Se sim, sorte sua e caso sua resposta seja não, é hora de conhecer o que muitos intitulam como a maior banda de Rock N Roll que passou pela terra, o Led Zeppelin.

Se nos anos 60, quem dominou as paradas foram os Beatles, a década de 70 foi inteira do Led Zeppelin, tamanho foi o sucesso da banda inglesa, que diversas bandas ficaram no anonimato pelo fato do Led dominar as manchetes do mundo inteiro.  O Led Zeppelin lançou seu primeiro disco em 1969, e encerrou suas atividades repentinamente após a morte do baterista John Bonham em 1980. Desde lá os membros remanescentes tocaram poucas vezes juntos, com maior destaque para o ultimo show em Londres, na O2 Arena no ano de 2007, cujos ingressos foram os mais disputados da historia.  O show ‘’Celebration Day’’ contou ainda com a participação de Jason Bonham, substituindo o finado pai na bateria. Após cinco anos de espera, o show foi lançado em DVD no final da ano passado, tendo sua estreia simultânea em diversas salas de cinema pelo mundo todo.

O Led Zeppelin tinha um som único, mesclava elementos do blues com um som mais pesado que as demais bandas da época. E foi esse som pesado que foi a principal influencia para a criação doHard Rock e Heavy Metal. O Led podia passear por músicas agitadas, fazendo arenas lotadas dançarem e por sons acústicos capazes de fazer um estádio lotado silenciar e prestar atenção na beleza da melodia.

Poderia escrever paginas e mais paginas falando sobre a banda, recordes, curiosidades e outros elementos envolvidos no Led. Aqui vai uma playlist pra quem deseja curtir ou conhecer a banda. Coloquei apenas o link do áudio, pois nem todo mundo tem uma internet boa pra carregar vídeos.  Espero que curtam e até semana que vem, com a próxima playlist da semana.”

StairwayToHeaven – Considerada a obra prima da banda e um dos grandes hinos do Rock N Roll. A música começa calma até a entrada do solo de guitarra de Jimi Page, destaque também para os versos e vocais de Robert Plant.

http://www.youtube.com/watch?v=w9TGj2jrJk8

Rock N Roll – Nada mais, nada menos que um blues acelerado e distorcido, a música é perfeita para sacudir o esqueleto.

http://www.youtube.com/watch?v=mwFqRB2FQu4

SinceI’veBeenLovingYou – Versos e sonoridade blueseiras. A faixa merece atenção especial ao ser ouvida. Excelente música para se ouvir ‘’namorando’’.

http://www.youtube.com/watch?v=wLNwWGLnA4c

Black Dog – Essa música não fala sobre cachorro ou algum tipo de dança, mas sim sobre sexo. A musica não tinha titulo durante as gravações. Foi quando a banda avistou um cachorro no pátio do estúdio, e então batizou a faixa.

http://www.youtube.com/watch?v=52NTaShUqVw

E aí pessoal, o que acharam? Beijoos – Cátia.